Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Atriz Françoise Forton morre aos 64 anos no Rio de Janeiro - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Atriz Françoise Forton morre aos 64 anos no Rio de Janeiro

A atriz Françoise Forton morreu aos 64 anos neste domingo (16), no Rio. Ela estava tratando de um câncer, internada havia quatro meses na clínica São Vicente, na Zona Sul da cidade.  A doença começou na região da bacia da atriz e posteriormente chegou aos pulmões.

Françoise Forton nasceu no Rio de Janeiro no dia 8 de julho de 1957, filha de pai francês e mãe brasileira. Sua estreia foi ainda adolescente, em 1969, na novela “A última valsa”, da Globo. Desde então, ela fez mais de 40 novelas e diversas outras participações na TV.

Um dos papéis mais marcantes foi a personagem Tetê, de “Estúpido cupido”, que retratava a sociedade brasileira da época.

Em mais de cinquenta anos de carreira, fez outras novelas de sucesso como “Bebê a bordo” (1988), “Tieta” (1989), “Meu bem, meu mal (1990), “Perigosas peruas” (1992), “Explode coração” (1995), “O clone” (2001) e “I love Paraisópolis” (2015).

Sua carreira no cinema também teve mais de cinco décadas, com filmes como “Marcelo Zona Sul” (1970), “Jardim de Alah” (1988) e “Coração de Cowboy” (2018).

Ela também participou de diversas montagens de teatro nos últimos anos, e ganhou prêmios como do Festival Internacional de Angra, em 2011, por “Chopin Sand?”.

Françoise deixa o marido, o produtor cultural Eduardo Barata, e o filho, Guilherme Fourton Viotti.

Fonte: Foto: Guilherme Viotti/Divulgação, Redação O Sul

Deixe seu comentário: