Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Brigadeiros fazem brasileira ganhar R$ 13 milhões nos Estados Unidos - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Brigadeiros fazem brasileira ganhar R$ 13 milhões nos Estados Unidos

Já pensou ficar rico e ganhar em dólar vendendo brigadeiros? Uma brasileira empreendedora conseguiu: a Renata Stoica. Ela é de São Paulo e proprietária da TinyB.

Nos últimos 12 meses, a marca dela atendeu grandes corporações como Facebook e Google, e faturou US$ 2,4 milhões, ou seja, R$ 13 milhões.

A empresa fica no Vale do Silício, nos Estados Unidos.

A história

O empreendimento da brasileira começou em 2013, quando, aos 44 anos, ela decidiu se mudar para os Estados Unidos para acompanhar o marido norte-americano.

Aqui no Brasil, Renata trabalhava como enfermeira, mas fazia doces em ocasiões especiais. Ela tem boas lembranças da época em que aprendeu a fazer brigadeiros, na cidade de Itapeva.

“É uma memória muito positiva com meus amigos indo para a minha casa porque sabiam que teria chocolate”, disse ao PEGN.

E foi numa conversa com uma amiga que surgiu a ideia de montar a empresa de brigadeiros.

Os desafios

Entres os desafios para começar a empresa nos Estados Unidos estava a falta de matérias-primas, como o leite condensado, por preços baixos.

O problema foi resolvido depois de muita busca de fornecedores no Google.

Em 2014 o negócio foi oficializado, mas ela ainda fazia os docinhos em casa e levava para as cafeterias e os restaurantes.

Até que em 2017 a marca de brigadeiros foi convidada por outra empresa para preparar um workshop do doce.

Foi quando a empresária brasileira percebeu um nicho, que é o de integração entre funcionários de corporações e o uso de comidas e doces como parte desse processo.

Aí a TinyB se tornou conhecida no setor.

Só que chegou a pandemia e tudo parou. A empresa de Renata passou então a dar cursos online de brigadeiro e aumentou a oferta de produtos, produzindo também cookies.

Atualmente, a TinyB tem 40 funcionários, e já fala em expandir o negócio.

Fonte: Foto: Reprodução, Redação O Sul

Deixe seu comentário: