Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

CEO do Carrefour pede para que empresa no Brasil colabore com a Justiça - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 998045144

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: Clube da Saudade

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

CEO do Carrefour pede para que empresa no Brasil colabore com a Justiça

Um dia depois de um homem negro, de 40 anos, morrer após ser espancado por dois seguranças do Carrefour de Porto Alegre, o CEO da rede de varejo, Alexandre Bompard, usou a conta no Twitter para se manifestar sobre o crime. Em uma série de publicações, Bompard lamentou o ocorrido e afirmou ter perdido ao Carrefour Brasil “total colaboração com a Justiça e autoridades” para esclarecimento do episódio. A investigação do crime, em Porto Alegre, teve início nesta sexta-feira pela Polícia Civil. Os dois ex-funcionários envolvidos na agressão tiveram prisões preventivas decretadas na noite de hoje.

VEJA TAMBÉM
– Mais duas pessoas são investigadas pela morte de João Alberto em Porto Alegre

– IGP-RS aponta asfixia como “causa mortis” mais provável para óbito de João Alberto

– Seguranças envolvidos na morte de João Alberto têm prisões preventivas decretadas

O diretor-executivo ainda afirmou que “medidas internas” foram imediatamente tomadas, principalmente em relação à empresa de segurança contratada, que não teve o nome divulgado. E reforçou: “Essas medidas são insuficientes. Meus valores e os valores do Carrefour não compactuam com racismo e violência”.

Por fim, Bompard reforçou a revisão das políticas de segurança, respeito à diversidade e valores dentro da rede Carrefour. Segundo ele, ela será acompanhada de um plano de ação definido com o suporte de empresas externas para “garantir a independência deste trabalho”.

Alexandre Bompard
@bompard

20 de nov de 2020

Em resposta a @bompard

Peço, neste sentido, que seja realizada uma revisão completa das ações de treinamento dos colaboradores e de terceiros, no que diz respeito à segurança, respeito à diversidade e dos valores de respeito e repúdio à intolerância.

Alexandre Bompard
@bompard
Esta revisão será acompanhada de um plano de ação definido com o suporte de empresas externas para garantir a independência deste trabalho.
Fonte:  Foto: Mauro Schaefer, Correio do Povo

Deixe seu comentário: