Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Comércio seguirá fechado nos próximos finais de semana para conter contágios da Covid-19 em Sapucaia - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Comércio seguirá fechado nos próximos finais de semana para conter contágios da Covid-19 em Sapucaia

Por conta do crescente número de casos de coronavírus e lotação de 86% dos leitos de UTI Covid-19 em Sapucaia do Sul, o prefeito Dr. Luís Rogério Link, determinou que o comércio de serviços não essenciais permaneça fechado nos próximos dois finais de semana. A decisão foi tomada durante reunião com o Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus.

O novo decreto, com medidas ainda mais restritivas, inclui igrejas e templos, que deverão permanecer fechados, e lanchonetes, que também ficam proibidas de funcionar, exceto para atendimento de tele-entrega ou tele-busca. As medidas valem para sábados e domingos. Sapucaia do Sul já havia determinado o fechamento do comércio não essencial nos finais de semana, de 6 a 15 de junho.

Link explica que a medida é necessária para reduzir a circulação de pessoas na rua, e conter a transmissão do vírus. “Diante da situação que estamos vivendo, seguiremos com o fechamento do comércio nos finais de semana, mas com mais restrições. É preciso que as pessoas entendam a importância de permanecerem em casa, mantendo o distanciamento social. Precisamos da colaboração da população.” Segundo ele, a medida também objetiva evitar que a região entre em bandeira vermelha, conforme o sistema de distanciamento controlado, proposto pelo Governo do Estado.

No último final de semana, quando a determinação também era de manter os serviços essenciais fechados com o objetivo de conter a proliferação do novo coronavírus, a fiscalização foi rigorosa em todos os bairros da cidade. Pelo menos 38 estabelecimentos foram fiscalizados, entre estéticas, revendas de carros, canchas de bocha, bares, restaurantes, quadras de futebol, lojas de vestuário e cosméticos.

Destes, 12 foram fechados e cinco notificados por descumprimento ao decreto municipal e por não possuírem alvará de funcionamento. Outros seis foram interditados e três locais receberam autos de infração. A Prefeitura ainda ressalta que o funcionamento de casas noturnas, bares, ginásios e centros esportivos, segue proibido.

Denúncias sobre a realização de festas e eventos, que resultem em aglomeração de pessoas, ou de estabelecimentos que deveriam se manter fechados, devem ser feitas pelos números 153 (Guarda Municipal); (51) 3451-8056 (SMICAA); (51) 3451-0624, (51) 3452-6119 e (51) 99288-8004 (Vigilância Sanitária). Até a tarde desta quinta-feira, o Município registrava 232 casos confirmados, sendo 165 recuperados e 10 óbitos.

Deixe seu comentário: