Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Justiça proíbe o retorno das aulas no Rio até que estudantes e professores sejam vacinados contra a Covid-19 - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Justiça proíbe o retorno das aulas no Rio até que estudantes e professores sejam vacinados contra a Covid-19

A 23ª Vara da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro proibiu, na quinta-feira (10), o retorno das aulas no Estado até que professores e estudantes sejam vacinados contra a Covid-19 ou “até que se demonstre, de forma concreta, por meio de estudo técnico ou de outro modo, que não há risco aos alunos, professores e à sociedade”.

A decisão está relacionada a uma ação ajuizada pelo Sindicato dos Professores do Município do Rio e Região. O governo fluminense havia liberado o retorno das aulas nas escolas particulares a partir de segunda-feira (14), mas orientou as prefeituras a decidirem as datas em cada município.

Nas escolas estaduais, o retorno estava previsto para o dia 5 de outubro somente para os alunos que estão sem acesso à internet. O governo do Estado chegou a elaborar uma cartilha com recomendações e cuidados para o retorno seguro.

Na capital fluminense, a prefeitura ainda não definiu a data da volta dos alunos às salas de aula. As escolas reabriram somente para o trabalho interno. De acordo com a prefeitura, já foi elaborado um plano para o retorno, e o documento foi encaminhado ao comitê estratégico para que seja aprovado.

Fonte: Foto: Agência Brasil, Redação O Sul

Deixe seu comentário: