Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Pai estupra e mata filha de 13 anos em São Leopoldo - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: Clube da Saudade

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Pai estupra e mata filha de 13 anos em São Leopoldo

Durante a noite da quarta-feira, dia 9 de junho, uma adolescente de 13 anos foi encontrada morta dentro de casa, no município de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O pai confessou que estuprou e depois matou a menina.

“As Informações são do Portal Clic Camaquã”

O homem, de 40 anos de idade, foi encontrado durante a tarde desta quinta (10) e foi preso temporariamente. A titular da Delegacia de Homicídios da cidade, Isadora Galian, informou que o pai da menina confessou durante depoimento ter abusado sexualmente e depois matado a filha.

A Brigada Militar tentou abordar o homem em um viaduto da BR-11, neste momento ele ameaçou se jogar. Um vídeo que circula nas redes sociais, mostra o homem e os policiais no viaduto. Dois caminhões foram posicionados embaixo do local, para evitar a queda caso o homem realmente tivesse se jogado, porém os policiais conseguiram conter ele.

De acordo com a Polícia Civil, o estado de decomposição do corpo prejudica a identificação da causa da morte. A menina tinha ferimentos no pescoço e nas mãos, além de estar com o “rosto absolutamente desfigurado”, afirmou a delegada. A morte teria ocorrido na madrugada de terça (8).

A polícia deteve o suspeito, cujo nome não foi divulgado, e o levou para a delegacia. Segundo Isadora Galian, ele estava sob influência de drogas. O pedido de prisão temporária feito pela Polícia Civil foi aceito pelo Judiciário, após aval do Ministério Público.

Investigação

A delegada Isadora Galian conta que o corpo foi encontrado no último quarto da residência, com um sofá bloqueando a entrada do cômodo. Como haviam marcas de sangue no chão, os agentes da Polícia Civil aguardaram a chegada da perícia.

“Havia sinais de luta corporal, várias coisas jogadas no chão. Muito sangue”, relatou.

A menina foi encontrada seminua, mas sem sinais aparentes de violência sexual — o que será apurado pela perícia, disse Galian. Uma faca foi encontrada no chão de um dos cômodos da residência.

“Não se sabe ainda a causa da morte. Ela pode ter morrido de asfixia, pode ter morrido de traumatismo craniano pelas pancadas”, diz a delegada.

Relatos

Vizinhos relataram que pai e filha haviam se mudado para a residência, no bairro São Miguel, na segunda-feira (7). Na madrugada de terça (8), foram ouvidos gritos de socorro. Às 7h, o homem foi visto saindo da residência, contou a delegada.

Na quarta (9), o proprietário do imóvel, parentes e a ex-companheira do suspeito tentaram contato com o homem, sem sucesso. Na noite mesmo dia, voltaram ao local e, ao abrir uma janela, encontraram o corpo da menina. Naquele momento, o pai já não estava mais no local, e a polícia foi acionada.

Deixe seu comentário: