Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Pai que estuprou as filhas de 5, 12 e 14 anos é preso na zona leste de Porto Alegre - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Pai que estuprou as filhas de 5, 12 e 14 anos é preso na zona leste de Porto Alegre

Um homem, procurado a cerca de 4 anos e com mais de 40 anos de condenações por estupro, foi preso na manhã desta quarta-feira (13), em Porto Alegre. A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Capturas (DECAP) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), realizou a ação na Lomba do Pinheiro, zona leste da capital.

M.J.S.R., 55 anos de idade, foi preso em cumprimento a mandado de prisão decorrente de sentença penal condenatória definitiva, expedido pela prática do crime de estupro de vulnerável.

O capturado possui três condenações por crimes de estupro, totalizando 42 anos e 9 meses de reclusão. Segundo informações da Polícia Civil, todos os fatos teriam sido cometidos contra suas próprias filhas, de 5, 12 e 14 anos de idade.

O mandado de prisão foi expedido em julho de 2017, sendo que, desde então, não se tinha mais informações acerca do paradeiro do alvo, até a manhã desta quarta, quando os policiais da Decap finalmente encontraram o alvo e o prenderam.

M.J.S.R. foi conduzido ao DEIC, para a realização das formalidades legais concernentes a sua prisão, de onde seguirá diretamente ao sistema penitenciário.

Fonte: Foto: Polícia Civil/DEIC/RS, Redação O Sul

Deixe seu comentário: