Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Receita Federal abre consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2022 - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Receita Federal abre consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2022

A Receita Federal abre nesta quinta-feira (23), a partir das 10h, a consulta ao segundo lote de restituição do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) 2022, ano-base 2021.

Ao todo, 4,25 milhões de contribuintes receberão R$ 6,3 bilhões. Os recursos serão depositados nas contas dos contribuintes no dia 30 deste mês.

A Receita também libera nesta quinta a consulta aos chamados lotes residuais do IRPF, ou seja, de contribuintes que caíram na malha fina em anos anteriores, mas depois acertaram as contas com o Fisco.

As consultas podem ser feitas no site da Receita e no aplicativo do órgão para tablets e smartphones.

Malha fina

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o extrato do Imposto de Renda no site da Receita Federal, no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Para acessar o extrato, é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita.

As restituições de declarações que apresentam inconsistências são liberadas apenas depois de corrigidas pelo cidadão ou após o contribuinte apresentar comprovação de que a sua declaração está correta.

Fonte: Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil, Redação O Sul

Deixe seu comentário: