Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Rio de Janeiro inicia aulas remotas da rede municipal nesta segunda-feira e ensino presencial a partir do dia 24 - Rádio São José do Patrocínio

Fale conosco via Whatsapp: +55 51 996015863

No comando: Quarta-feira será de sol e calor na maior parte do RS

Das às

No comando: Madrugada São José

Das 00:00 às 06:00

No comando: Bombeando a cara do dia

Das 06:00 às 07:50

No comando: Festival da Trinca

Das 07:00 às 12:30

No comando: Correspondente Rede Guaíba Sat

Das 07:50 às 08:00

No comando: Show da Manhã

Das 08:00 às 12:00

No comando: Balcão de Negócios

Das 12:00 às 12:30

No comando: Momento Nativo

Das 12:30 às 13:00

No comando: ARCO DA VELHA

Das 13:00 às 14:00

No comando: Clube do Ouvinte

Das 14:00 às 17:00

No comando: Minha terra é assim

Das 17:00 às 19:00

Rio de Janeiro inicia aulas remotas da rede municipal nesta segunda-feira e ensino presencial a partir do dia 24

Os alunos da rede municipal do Rio de Janeiro voltam às aulas remotamente nesta segunda-feira (08). O ensino presencial será retomado a partir do dia 24, começando pela pré-escola, 1º ano e 2º ano.

Os demais matriculados da Prefeitura do Rio têm retorno previsto para março e abril. Também nesta segunda-feira, a rede estadual começa uma “avaliação diagnóstica” de todos os alunos, mas espera que 70 mil estudantes – ou 10% da rede – retornem às salas.

O grupo é considerado em vulnerabilidade social, já que esses jovens não têm acesso à internet. O retorno global às aulas nos colégios estaduais está previsto para 1º de março no sistema híbrido: o aluno poderá escolher entre o ensino on-line ou presencial.

Públicas municipais

Neste primeiro momento, a rede municipal vai distribuir livros, materiais e atividades para que os alunos estudem de casa. Dentro de duas semanas, a Prefeitura do Rio prevê lançar o aplicativo Rio Educa, com aulas ao vivo. A intenção é distribuir pacotes de dados de 1 GB por mês para os cerca de 640 mil alunos.

Segundo o secretário de Educação, Renan Ferreirinha, a intenção é criar também “ilhas de conexão” para receber alunos que não possam estudar de casa.

“Estaremos utilizando um aplicativo único que será um guarda-chuva: o aplicativo Rio Educa, que será dividido em duas frentes; o Rio Educa em Casa e o Rio Educa na TV, que disponibilizará na TV aulas para todos os anos e interação ao vivo”, apontou Ferreirinha.

Fonte: Foto: Reprodução,  Redação O Sul 

Deixe seu comentário: